O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) foi introduzido pela primeira vez em 1998 como um meio de avaliar a qualidade da educação brasileira. Não foi utilizado como meio de admissão em universidades ou faculdades. Durante esse período, cada universidade fez seu próprio exame para os alunos fazerem a inscrição.

Ministério da Educação do Brasil estabeleceu que o ENEM seria o vestibular oficial da universidade. Um número esmagador de universidades agora precisa apenas do ENEM para aplicá-lo ou o utiliza como um complemento à sua aplicação.

A nota que se obtém é determinante para o seu futuro: é a principal entrada para a maioria das universidades federais públicas, gratuitas e de renome do país.

Novo ENEM

O Ministério da Educação e Cultura do Brasil (MEC) propôs em 2009 que as universidades usassem o ENEM Exame Nacional do Ensino Médio, um exame nacional não obrigatório, como um teste padrão de qualificação para ingresso na universidade. O “novo ENEM”, como é conhecido, é composto por 180 questões de múltipla escolha em cinco áreas principais ciências naturais, ciências humanas, matemática, português e inglês ou espanhol como língua estrangeira e um ensaio.

O exame é composto por 180 questões de múltipla escolha, igualmente divididas em quatro áreas do conhecimento: idiomas, códigos e tecnologias relacionadas além de um ensaio escrito; ciências humanas e tecnologias relacionadas; ciências naturais e tecnologias relacionadas; e matemática e suas tecnologias. Devido à duração do teste, é aplicado em dois domingos consecutivos, o primeiro com duração de 300 minutos e o segundo com duração de 330.

enem

Embora seu objetivo seja ser um exame de avaliação nacional, os alunos podem usar suas notas para serem admitidos em uma universidade, embora nem toda universidade o aceite como o único exame de admissão.

O principal objetivo da proposta é democratizar o acesso ao ensino superior, oportunidades de emprego federal, mobilidade acadêmica e induzir a reestruturação dos currículos do ensino médio.

As universidades têm autonomia para escolher se desejam ou não usar o exame e, se quiserem, também podem escolher a maneira como ele é usado:

  • Como uma fase única, com um sistema unificado de seleção, eletrônica e online;
  • Como a primeira fase;
  • Combinado com o teste da universidade usando-o para admitir apenas parte de seus alunos ou como parte da nota geral, juntamente com um Vestibular;
  • Como uma fase única para as cadeiras restantes.

Composição do Exame

O exame do ENEM é composto por 4 testes objetivos, cada um contendo 45 questões de múltipla escolha e um ensaio. No total, existem 180 perguntas de múltipla escolha, divididas igualmente em quatro áreas de conhecimento: idiomas, códigos e tecnologias relacionadas, juntamente com um ensaio escrito, ciências humanas e tecnologias relacionadas, matemática e suas tecnologias e ciências naturais e tecnologias relacionadas.

provas-enem

Idiomas, códigos e suas tecnologias: abrangendo o conteúdo da língua portuguesa gramática e compreensão de leitura, língua estrangeira moderna, literatura, artes, educação física, tecnologia da informação e comunicação

Matemática e suas tecnologias: Inclui matemática e geometria

Ciências e Tecnologias Naturais: Inclui o conteúdo de Química, Física e Biologia
Ciências Humanas / Ciências e Tecnologias Humanas : Inclui o conteúdo de Geografia, História, Filosofia, Sociologia e Conhecimentos Gerais.

O ENEM é usado como um exame de admissão para matrículas em muitas universidades do Brasil, bem como para uma certificação do ensino médio. O exame também é usado por indivíduos que desejam ganhar pontos no ‘Programa Universidade para Todos’, ou ProUni, um programa federal de bolsas de estudos.

Inscrição Enem

Como se trata de um exame nacional, há apenas uma opção de teste por ano para os estudantes. Entrar na universidade no Brasil é necessário estar preparado e se antecipar nos estudos.

Você pode se inscrever para o exame ENEM através do site do INEP. Preencha todas as informações pessoais necessárias. Siga os passos indicados, depois de se registrar com sucesso, um cartão de confirmação é enviado por correio para o endereço fornecido por você durante o registro.

dia-de-prova-enem

Confirmação do cartão O cartão de confirmação inclui o número do candidato de inscrição, data, hora, centro de exames, a escolha de língua estrangeira (Espanhol ou Inglês), e o pedido de certificação (se houver). Você também pode obter seu cartão de confirmação através do aplicativo

Como funciona o resultado do Enem?

O exame é corrigido por dois especialistas de forma independente. Cada especialista atribui uma pontuação entre 0 e 200 pontos para cada uma das cinco áreas do conhecimento, contribuindo para um total de 1.000 pontos.
A nota final corresponde à média aritmética simples das pontuações dadas pelos dois especialistas.

Se houver uma diferença de 100 ou mais pontos entre as duas classes de superfície em uma escala de 0 a 1000 ou se a divergência for maior que 80 pontos em uma escala de 0 a 200, nesse caso, o ensaio passará por uma terceira correção.

Os resultados do exame do ENEM são encaminhados pelo INEP à instituição selecionada pelo candidato à certificação.
Para verificar os resultados do exame ENEM, você deverá aguardar as datas que serão publicadas no site e a partir dessa data os participantes terão acesso ao seu resultado preliminar.